Ontem, hoje e amanhã também (…)

Ontem, hoje e amanhã também (…)

Pequenos gestos representam muitas vezes grandes mudanças. Não pela magnitude do movimento em si, mas pelo direcionamento dado à nossa vida. Eram momentos de frustração, dúvida e solidão, que remetiam, invariavelmente, ao conforto afetivo do passado. A angústia, que nunca fora boa conselheira, indicava que seria melhor retroceder, voltar para o lugar de origem, como

error: Conteúdo protegido contra cópias